População reafirma paixão pelo rio Piracicaba

17 de abril de 2018 • Rafael Lacerda

Autor: Texto e fotos: João J. Souza

 

“O rio de Piracicaba/ Vai jorrar água pra fora / Quando chegar a água dos olhos de alguém que chora / Quando chegar a água dos olhos de alguém que chora” Quem não conhece e nunca se emocionou com a letra da canção Rio de Lágrimas, composta pelo compositor Lourival dos Santos, escrita em 1970 e gravada em 1972?

No domingo (15) foi comemorado o Dia do Rio Piracicaba, evento que integra o calendário turístico da cidade desde 23 de agosto de 2002, tendo como autora do projeto de lei, a ex-vereadora Laurisa Maria Jorge Cortelazzi. Desde então passou a se comemorar o Dia do Rio Piracicaba em 15 de abril.

Piracicaba é uma das poucas cidades que tem seu rio cantado em verso e prosa, canção eternizada por diversos cantores da música sertaneja , como Craveiro e Cravinho, Xitãozinho e Chororo, e Tião Carreiro e Pardinho. O rio – que, além de encantar, é o principal símbolo e atração turística de Piracicaba – já passou por diversos momentos, como em época de estiagem, onde suas águas deram espaço às pedras.

Paralelamente, em épocas de chuvas fortes, o rio transborda e se torna atração para muitas pessoas que se deslocam até o local para vê-lo “bufando”. São estes contrastes que tornam o rio apaixonante. Quem passa por Piracicaba, tem parada obrigatória perto do manacial, seja para dar uma espiada, tirar uma fonte ou apenas contemplar sua beleza natural.

O prefeito Barjas Negri diz que o Rio Piracicaba é patrimônio natural dos piracicabanos e por isso deve ser muito bem cuidado e preservado. “Sei que muitos turistas vêm para a cidade e o primeiro local que visitam é o Rio Piracicaba, por suas belezas naturais e a enorme identidade com a população piracicabana”, afirma.

O secretário municipal de Defesa do Meio Ambiente, José Otávio Menten, lembra que quando se fala em Piracicaba, a primeira lembrança que vem à mente das pessoas é o rio. “Temos que preservá-lo. Ele é considerado a maior atração turística e por isso deve ser mantido em boa qualidade e recuperar os danos que foram feitos pelas gerações anteriores”, diz.

Mentem observa que, com todo o empenho feito pela administração atual em termos de tratamento de esgoto e descarte regular de resíduos sólidos, são ações que incidirão na melhoria da qualidade do Rio Piracicaba.

O piracicabano não esconde sua paixão pelo Rio Piracicaba, mas também se preocupa com a preservação daquele que é considerado o principal ponto turístico e atrativo da cidade.

Renato Alves Rafael, 36, que mora no Centro, diz que visita o rio pelo menos três vezes por semana, sempre pela manhã, quando o movimento é menos intenso. “Piracicaba tem o privilégio de ter um rio maravilhoso e muito famoso em todo país. Nunca perde o seu brilho e não canso de apreciá-lo”

Patrícia Lafrata, 39, moradora do Piracicamirim, estava no sábado de manhã, juntamente com seu marido, apreciando o rio. “Ele (rio) é o principal cartão postal da cidade e precisa ser muito bem cuidado e preservado. Tenho dois filhos e sempre mostro a eles a importância de tratarmos bem do meio ambiente e dos mananciais. Não tem coisa melhor do que passarmos algumas horas observando as belezas do Rio Piracicaba”

Moradora do Jardim Morada do Sol, Letícia Spinucci, 21, professora, destaca que procura passar aos seus alunos a importância de se cuidar do Rio Piracicaba. “Aproveitei para vir participar do arrastão ecológico, pois sei que é uma iniciativa que procura envolver, principalmente, os jovens, para que eles mantenham as margens do rio limpas. É um gesto de solidariedade e de amor ao meio ambiente”

 

‹ voltar

Redes Sociais